Voltar

Aminoácidos e Proteínas: Aliados ao Ganho de massa magra

Hoje queremos falar sobre a relação entre aminoácidos, proteínas e a massa magra. São táticas para você que quer perder peso e obter um corpo mais saudável.

Lembrando que este artigo não tem o intuito de substituir uma consulta ao médico. Ou seja, a palavra final sobre a sua dieta está nas mãos do seu nutricionista de confiança.

Saiba mais: Qual é o Whey certo para você?

O que é massa magra? 

Em linhas gerais, a massa magra está em todas as partes do corpo humano que não são formadas por gordura. Nessa categoria se encaixam, por exemplo, ossos, músculos, órgãos e líquidos corporais.

Fica fácil de entender, portanto, o motivo pelo qual o conceito de massa magra é frequentemente usado como sinônimo de massa muscular.

Aliás, vale ressaltar: a massa muscular representa somente uma parcela da massa magra corporal. Dentro desse cenário ainda aparece a massa gorda, significando a poção feita de gordura.

Ao se exercitar na academia, a musculatura é ativada, estimulando então o desenvolvimento da massa magra.

Por ser considerada compacta, especialmente em relação à gordura, a musculatura humana ocupa um espaço menor.

Veja também: Whey Protein e amamentação: é verdade que mães não podem consumir o produto?

Daí podem surgir impressões equivocadas, ou seja, tendo essa máxima em mente, você já é capaz de mudar a percepção sobre o assunto.

É possível que uma pessoa, seguindo uma dieta equilibrada e realizando atividade física com frequência, por exemplo, constate que seu peso parou de diminuir após determinado período de emagrecimento constante.

Ou ela pode até mesmo ver os números da balança subirem um pouco, mas isso é uma demonstração fiel da definição de massa magra.

Tire suas dúvidas: Quanta proteína você precisa consumir por dia?

Aminoácidos essenciais e ganho de massa magra

Os aminoácidos são os blocos de construção das proteínas.

Existem 20 tipos de aminoácidos no total, 8 dos quais são classificados como essenciais por não serem produzidos pelo nosso organismo.

São eles: metionina, lisina, fenilalanina, treonina, triptofano, leucina, isoleucina e valina. Os aminoácidos essenciais são necessariamente obtidos através da dieta ou suplementação. 

Na alimentação, eles são encontrados em fontes como carne, peixe e ovos. No entanto, se apresentam em concentrações variáveis, que podem não atingir as concentrações ideais que nosso corpo necessita.

Suplementos de aminoácidos essenciais são pensados para ter todos os aminoácidos de forma equilibrada, sendo então convertidos em proteínas de forma mais eficiente.

Além disso, suplementos de aminoácidos essenciais não precisam ser quebrados durante o  processo de digestão para serem absorvidos, podendo chegar à corrente sanguínea em aproximadamente 20 minutos.

Sua eficiente conversão em proteínas pode trazer benefícios para imunidade, aparência da pele, cabelos e unhas, articulações, dificuldade de produção proteica por má alimentação, sistema endócrino, entre outros processos que dependem de proteínas. 

Alimentos ricos em aminoácidos

Leia em seguida: Whey Protein e diabetes: entenda a relação entre os dois e mantenha sua saúde

Treine entre 3 e 6 vezes por semana

Para ganhar massa muscular mais rápido, é importante manter uma frequência adequada de treinos, que deve ser feita com base no seu nível de aptidão física. Veja só:

  • Iniciantes: devem treinar de 2 a 3 vezes por semana;
  • Intermediários: 4 a 6 vezes na semana;
  • Avançados: 4 a 6 vezes na semana.

Consuma mais proteínas

Aumentar o consumo de proteínas é necessário para permitir o crescimento muscular, sendo importante que os alimentos fontes de proteínas sejam bem distribuídos ao longo do dia, e não concentradas em apenas 2 ou 3 refeições.

Esses alimentos são principalmente os de origem animal, como carnes, peixes, frango, queijos, ovos e leite e derivados, mas as proteínas também podem ser encontradas em boa quantidade em alimentos como feijão, ervilha, lentilha, amendoim e grão-de-bico.

Além disso, algumas vezes pode ser necessário o uso de suplementos à base de proteínas, como Whey Protein e caseína, especialmente usados no pós-treino ou para aumentar o valor nutricional de refeições pobres em proteínas ao longo do dia.

Agora você já sabe como aumentar a sua massa magra e perder peso.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o nosso Blog.


Estamos sempre trazendo dicas, notícias e novidades sobre nutrição que gera resultados.

Agradecemos a leitura e até a próxima! 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência e recomendar conteúdo de seu interesse. Você pode concordar ou discordar com a coleta de cookis. Para mais informações veja a nossa Política de Privacidade.