Voltar

Não pare, é apenas outono!

O outono deve ser um pré-aquecimento para o inverno e não uma brecha para desistir de praticar atividade física. As temperaturas vão baixar, mas o corpo deve estar em alta, aquecido pela determinação e cheio de energia.

O fato é que basta a temperatura baixar para bater aquela preguiça. A disposição tende a sofrer uma queda, mas devemos ficar vigilantes e aproveitar o momento para manter. O projeto verão – aquele que envolve exibir o corpo sarado e cheio de saúde – começa, agora, no outono.

Apesar de diversos estudos apontarem o melhor período para perder peso é durante as estações nas frias do ano, ainda tem muita gente que não aproveita essa época. É neste período que o metabolismo fica mais acelerado devido às alterações fisiológicas, já que o organismo sente mais necessidade energética, pois a gordura corporal é utilizada para manter a temperatura do corpo entre 36 a 37ºC, além disso, também fornecer energia para se manter ativo.

FÓRMULA MÁGICA? TREINO E DIETA

É normal sentirmos mais fome para conseguirmos manter o corpo aquecido. Se comemos mais, neste período, é preciso não desanimar e continuar com os treinos, caminhadas, com a atividade física que traz prazer e beneficia o organismo como um todo. A falta da prática de exercícios tem como resultado o maior acúmulo de gordura corporal e isso, mais cedo ou mais tarde, vai aparecer na balança.

O frio também pode desencadear quadros depressivos em algumas pessoas. Isso acontece devido a diminuição na produção de serotonina – o neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar no organismo. A válvula de escape, ao invés de ser a prática de atividade física, migra para a cozinha e é encontrada nos prazeres da culinária com alimentos ricos em gorduras e pobres em valor nutricional. Falta de exercício físico + alimentação desiquilibrada = acúmulo de gordura localizada.

O CORPO PRECISA ESTAR EM MOVIMENTO

Uma vantagem em praticar atividade física nos dias de frio é que ela oferece risco reduzido à saúde. Além disso, tende a tornar o coração menos vulnerável ao surgimento de doenças crônicas não transmissíveis. Contudo, é preciso prestar atenção no horário; o recomendado é optar por períodos do dia em que o calor dos raios solares possa atingir e estimular os músculos, mas isso não significa a necessidade de treinar ao meio-dia.

A preocupação em realizar atividade física no frio está relacionada as situações de hipotermia – perda excessiva de calor. Por isso, a dica é verificar as condições climáticas e escolher a roupa adequada que ofereça proteção e conforto, sem exageros, pois ao abafar o corpo acaba eliminando sais minerais em excesso, ação que não é nada saudável.

Com as condições adequadas e a roupa ideal o próximo passo é fazer aquele aquecimento caprichado. O alongamento tem como objetivo promover a preparação do organismo para a prática da atividade física e ajuda a evitar possíveis lesões.

NADA DE EXAGEROS NA ALIMENTAÇÃO 

Por mais que com o frio tenhamos aquela louca vontade de comer sopas, cremes, fondues, chocolate quente, guloseimas, é preciso manter o controle e manter os padrões de uma alimentação saudável. A dica é mesma seja outono ou primavera, inverno ou verão: evitar o consumo em excesso de alimentos ricos em gorduras e calorias.

Continua sendo importante fazer as três principais refeições – café da manhã, almoço e jantar – além dos lanches intermediários com horários predeterminados e com combinações de adequadas dos alimentos de acordo com a necessidade de cada um. Nada de comer em frente a televisão, ou usando o aparelho de celular, nem pular refeições. 

Em relação à escolha dos pratos, se a opção for sopa e dica é ‘faça você mesmo’. Escolha legumes, carnes leves, verduras, temperos que sejam industrializados e nada de exagerar nas massas, batatas e arroz. A dieta precisa ter fibras que trazem saciedade e carnes com pouca gordura.

Mesmo que beber água não parece algo atrativo é fundamental manter a hidratação do corpo. Água é saúde e não pode ser esquecida. O organismo também precisa das frutas que são alimentos ricos em vitaminas e antioxidantes. As hortaliças e legumes também não podem ficar fora do cardápio e para deixar o prato mais apetitoso no frio que tal apostar em saladas mornas, refogadas e com temperos quentes?

SUPLEMENTAÇÃO NO INVERNO? CLARO QUE SIM!

Um dos suplementos que é indicado o consumo na época fria do ano é do Whey Protein, pois é ideal para produzir anticorpos. E anticorpos é o que todos precisam para evitar o surgimento de doenças típicas das baixas temperaturas. A suplementação com Whey Protein é de absorção rápida e de fácil digestibilidade, fator que ajuda a garantir uma ótima manutenção das proteínas presentes no organismo.

Atrelar a prática de exercício físico com regularidade, alimentação equilibrada, suplementação e força de vontade é uma ‘fórmula mágica’ que auxilia a manter o peso ideal nas estações mais frias do ano e potencializa o ganho de massa muscular.

Agora que você acabou de ler esse artigo nada de ficar vagando pela internet e jogado no sofá. Bora se exercitar, cuidar da saúde e deixar o friozinho de lado.

Foco na saúde e qualidade de vida!

Acompanhe nosso blog e confira as dicas para não perder o foco.

A próxima pausa e para ler nosso artigo que, em breve, estará disponível para você! Até logo!

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência e recomendar conteúdo de seu interesse. Você pode concordar ou discordar com a coleta de cookis. Para mais informações veja a nossa Política de Privacidade.