Voltar

Pratique exercícios e vença o estresse! Veja como

Continuando a nossa sequência de artigos que falam sobre a saúde da mente, hoje vamos mostrar como os exercícios físicos são ótimos para combater o estresse.

Então, se você se sente estressado, se quer uma alternativa para melhorar a sua qualidade de vida, vai perceber que os exercícios físicos são uma alternativa perfeita.

Vem com a gente. Fique confortável e aproveite a leitura.

Porque exercício físicos ajudam contra o estresse

A atividade física é excelente para manter a saúde e uma boa qualidade de vida.

E não é só o corpo que ganha disposição com a prática: o bem-estar mental também é estimulado por ela.

Ao se exercitar, a circulação sanguínea corporal aumenta, promovendo diversos benefícios, como melhora do sistema imunológico, pressão arterial e saúde do coração.

Fazer exercício ainda ajuda no processo de produção e liberação da endorfina na glândula hipófise, aumentando o sentimento de felicidade, relaxamento e bem-estar.

Ainda, endorfina é um neuro-hormônio fabricado pelo organismo que promove benefícios ao corpo, como melhora no humor, aumento da disposição, alívio de dores e ainda libera outros hormônios inibidores do estresse. 

Exercícios ajudam na concentração

Depois de uma caminhada com os amigos ou de algumas braçadas na piscina, você poderá perceber que as irritações do dia ficaram no esquecimento.

Um dos motivos é que esteve concentrado apenas nos movimentos do corpo.

Você poderá se dar conta também de que estar focado no presente, em uma única atividade, gera mais otimismo e energia, ajudando-o a se manter atento a tudo o que fizer.

Produção de hormônios do prazer durante os exercícios

Uma série de benefícios psicofisiológicos ocorrem durante uma atividade física regular, por conta da liberação de alguns hormônios secretados (produzidos) por glândulas, como a nossa conhecida adrenalina (glândula adrenal), que age quando ocorre um estresse físico, emocional ou ambos.

Outro importante hormônio é o cortisol, que atua como um potente anti-inflamatório natural; ainda temos o hormônio glucagon, que atua no fígado aumentando a quantidade de glicose lá depositada.


Tem mais, o GH nosso hormônio de crescimento, produzido naturalmente pela glândula Hipófise localizado no cérebro, que entre vários efeitos, produz certa e leve sensação de bem-estar; e finalmente a secreção de endorfina, produtora da sensação de prazer e responsável pela melhora da qualidade do sono.

Alongar-se também traz benefícios

O alongamento é fundamental para que o sedentarismo não vença o seu dia a dia.

Com a adoção de medidas de distanciamento social, existe uma tendência natural a uma redução nos níveis de atividade física.

O alongamento pode ser uma alternativa interessante para combater o sedentarismo em quarentena, especialmente por não precisar de muito espaço para ser realizado.

Além disso, o alongamento aumenta a flexibilidade, a força e a saúde muscular, funções essenciais para a manutenção da amplitude de movimento das articulações.

Gostou das dicas de hoje? Então, continue acompanhando o nosso Blog. Estamos sempre trazendo segredos e novidades sobre alimentação que geram resultados.


Agradecemos a leitura e até a próxima! 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência e recomendar conteúdo de seu interesse. Você pode concordar ou discordar com a coleta de cookis. Para mais informações veja a nossa Política de Privacidade.